Dicas para otimizar a imagem ecocardiográfica bidimensional – 2D (parte 2)

O blog da ECOPE tem o objetivo de otimizar e proporcionar uma continuidade de aprendizado e troca de conhecimentos, seguindo este conceito, falaremos sobre algumas Dicas para Otimizar a Imagem Ecocardiográfica.

  • Otimizar uma imagem de ultrassom é uma habilidade essencial durante um exame. Para tanto há a necessidade de um conhecimento de alguns dos parâmetros que fazem parte da formação da imagem: compress, Foco e Mapas.

CompressDynamic range (DR) ou escala dinâmica

É um parâmetro importante da escala de cinza, além de ajustar a aparência dos tons de cinza, altera a proporção entre as mais altas e as mais baixas amplitudes dos ecos, sinais elétricos, recebidos pelo transdutor (Figura 1).

Figura 1: Faixa dinâmica baixa produz  imagem com alto contraste entre o preto e branco.
  • BAIXAR O COMPRESS

Baixar o Compress serve para otimizar uma imagem e melhorar a diferenciação das estruturas com ecogenicidades distintas, ou seja, definir melhor a interface entre sangue e tecido.

  • Na ultrassonografia geral, utiliza-se, esse parâmetro mais alto, para aumentar a diferenciação de estruturas com ecogenicidades muito tênues, ou seja, muito próximas e assim definir melhor diferenças sutis dos tecidos (Figura 2 A e B).
Figura 2. A e B: O efeito do Compress ou Dynamic Range, na ecocardiografia e ultrassonografia geral respectivamente. Uma imagem com mais contraste fornecido por uma faixa dinâmica mais baixa (2.A esquerda) e uma imagem mais suave fornecida por uma faixa dinâmica mais alta (2B, direta).

Na ecocardiografia, é necessário fornecer tons de cinza suficientes para discernir melhor as bordas do endocárdio e a interface entre líquido (sangue) e tecido (miocardio), portanto a configuração da faixa dinâmica pode ser ajustada a um valor em torno de 50 – 60% (Figura 3A, 3B, 3C e 3D).

Fig. 3A – Compress de 30 e ganho de 60%
Fig. 3B -Compress de 40 e ganho de 60%
Fig. 3C – Compress de 60 e ganho de 60%
Fig. 3D – Compress de 50 e ganho de 60%

Foco – ou Zona Focal

É a região de maior estreitamento do feixe, através do qual, a forma do feixe é alterada e o posicionamento da região estreitada (Fig. 4).

Figura 4: Estreitamento do feixe de ultrassom. Um meio eletrônico é utilizado para estreitar a largura do feixe em uma profundidade específica, resultando no efeito de foco e maior resolução em uma determinada profundidade.
  • MELHORAR O PONTO FOCAL

O foco deve ser ajustado na mesma profundidade da estrutura de interesse, movendo o ponto focal, muda-se a resolução ótima do feixe de ultrassom.

  • Existe ainda a opção de acrescentar vários pontos focais ou aumentar o tamanho da região focal. Melhorando a resolução temporal, lateral e de detalhes no local da zona focal. (Fig. 5).
Figura 5. Uma demonstração do efeito de uma região focal e não apenas um ponto focal, em diferentes profundidades.

Para imagens ecocardiográficas, um único ponto focal ou uma zona focal estreitada é usada para manter as taxas de quadros altas e melhor resolução temporal. (Fig. 6).

Figura 6. Demonstração da alteração do foco, nesse caso usando um ponto focal. Para melhor avaliação da ponta do coração, mover o foco para o ápice pode aumentar a resolução na região de interesse. Por exemplo: ápice ou no nível das valvas. Observe a clareza da estrutura
  • Caso utilize-se vários pontos ou zonas focais aumentadas, pode-se diminuir a taxa de quadros e consequentemente a resolução temporal.

Mapas – ou escala de cinza

  • Os mapas definem os tons de cinza progressivos entre o preto e o branco da imagem:

Quanto menor a escala de cinza, maior o contraste;

Quanto maior o número de tons, maior será o número de pontos com diferentes tonalidades de cinza na imagem;

  • Em ecocardiografia, certos mapas de tons de cinza podem definir melhor uma patologia específica ou podem ser mais adequados para um determinado tipo específico de paciente. (Fig. 7)
Figura 7. Mapa em tons de cinza. Os mapas mais contrastados são comumente utilizados para estruturas anecoicas. Exemplo vasos sanguíneos, coração e bexiga. Mapas de cinza mais contrastados são mais utilizados na ecocardiografia.

A manipulação do sinal é apresentada como uma série de mapas em escala de cinza que permite ao operador selecionar uma configuração que melhor exiba imagens para um determinado biotipo ou mesmo preferência pessoal do operador. (Fig. 8 e 9).

Figura 8. Diferentes mapas mostram diferenças nas interfaces tissulares, principalmente na parede interna dos vasos.

A percepção do olho humano é limitada (consegue captar mais de 32 variações de cinza e menos que 64). Os aparelhos utilizam faixas que varia entre 64 e 256 tons de cinza.  Quando na verdade, a observação é do conjunto de tons de cinza próximos e não um tom de cinza em separado.

Figura 9. Escala de cinzas e percepção do olho humano.

Retomando, resumidamente o que foi analisado e estudado nos dois primeiros posts do blog:

Para melhorar a resolução:

  • Aumentar o ganho geral
  • Mover os TGCs mais inferiores para a direita
  • Ajustar a profundidade
  • Reduzir a largura do setor
  • Aumentar o Compress (DR, dynamic range)

Para tornar a imagem mais contrastada:

  • Diminuir o Gain
  • Mover os TGCs para a esquerda
  • Diminuir o Compress (DR, dynamic range)
  • Mudar o Map para mais contrastados (os mais baixos

A otimização de imagem é um conhecimento muito salutar para o trabalho do profissional de ecocardiografia. Conhecer suas nuances, técnicas e as novas tecnologias que as máquinas podem oferecer é muito importante para favorecer o diagnóstico efetivo e eficaz.

Próximo post falaremos sobre: Smooth, Persistência e Reject.

Até breve!

Para mais conteúdo como esse, continue acompanhando nosso blog!

4.8 5 votos
Avaliação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest
2 Comentários
Mais votado
O mais novo Mais velho
Feedbacks inline
Ver todos os comentários

[…] de nossa conversa sobre a otimização de imagem, já abordados nos artigos anteriores (parte 1 e parte 2), vamos falar neste terceiro post ECOPE sobre os seguintes temas: Persistência, Smooth e […]

Jose

Estes comandos são de fundamental importância para uma imagem de boa qualidade.

2
0
Adoraria lhe escutar, por favor, comente.x
()
x