Tecido Mitral Acessório: já ouviu falar?

O tecido mitral acessório é uma malformação cardíaca rara causada por uma separação anormal ou incompleta da valva mitral do tecido endocárdico durante a fase embriogênica.

Pode apresentar-se isolada ou associada a outras alterações estruturais, tais como defeito de septo interventricular (CIV) e transposição de grandes artérias. O diagnóstico na idade adulta é raro, ocorrendo em 1 a cada 26 mil ecocardiogramas.

Alterações estruturais associadas ao tecido mitral acessório
Tecido Mitral Acessório + Coarctação de Aorta

Tem morfologia variada, sendo descrito como estrutura sacular, em formato de paraquedas (parachute-like), semelhante ao folheto valvar, membranosa ou massa pedunculada.

Dada esta variabilidade, há uma classificação proposta por Prifiti et al., baseada em achados intraoperatórios e que consiste em:

  • Tipo I: fixa
  • Tipo II: móvel
  • Tipo IIA: móvel pedunculado
  • Tipo IIB: móvel e com formato semelhante ao folheto valvar
  • Tipo IIB1: com cordoalhas rudimentares
  • Tipo IIB2: com cordoalhas bem definidas

O sintomas irão depender do grau de obstrução da via de saída do ventrículo esquerdo (VSVE), bem como da interação com os aparatos valvares mitral e/ou aórtico.

Sintomas associados

Contudo pode ser um achado durante exame de rotina ou na investigação etiológico de sopro cardíaco. Histologicamente, costuma-se observar tecido valvar com degeneração mixomatosa.

5 4 votos
Avaliação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks inline
Ver todos os comentários
0
Adoraria lhe escutar, por favor, comente.x
()
x