Handgrip e Doença Arterial Coronariana: vale a pena fazer!

O ecocardiograma é uma ferramenta útil na avaliação etiológica da dor torácica ao permitir analisar as estruturas do coração, função global e segmentar do ventrículos, tamanho das cavidades, anatomia valvar, bem como avaliar outras patologias que possam justificar o sintoma, como estenose aórtica, dissecção de aorta, cardiomiopatia hipertrófica, dentre outras condições.

Quando pensamos em isquemia miocárdica, o diagnóstico ecocardiográfico é feito pela análise da contratilidade segmentar. É importante ressaltar, porém, que este tipo de avaliação apresenta uma série de limitações, pois requer experiência do examinador e boa janela acústica.

A utilização de recursos avançados, como por exemplo o strain, pode aumentar a acurácia do método na identificação de isquemia miocárdica.

As fibras musculares cardíacas são dispostas em três camadas: (1) subepicárdica, (2) mesocárdica e (3) subendocárdica, sendo esta última mais suscetível à isquemia. Por apresentar fibras com disposição principalmente no sentido longitudinal, a avaliação pelo strain longitudinal é capaz de identificar alterações de forma mais precoce.

Além de permitir uma avaliação segmentar e, por consequência, determinar o território coronariano afetado, outro parâmetro a ser observado na isquemia é a presença de contração pós sistólica, que consiste na contração continuada do miocárdio após o fechamento da valva aórtica.

A presença de contração pós sistólica pode ser observada em distúrbios de condução ou disfunção miocárdica regional, especialmente por isquemia miocárdica.

A contração pós sistólica ocorre na fase de relaxamento isovolumétrico, fase metabolicamente ativa dependente da utilização de energia. No miocárdio isquêmico, há incompatibilidade entre a produção reduzida e o consumo exacerbado de energia, com sobreposição da contração sistólica tardia com relaxamento isovolumétrico.

O handgrip, por sua vez, é uma técnica segura e de fácil aplicação que pode auxiliar no diagnóstico de isquemia miocárdica, sendo uma importante ferramenta complementar.

A contração isométrica muscular ocasiona incrementos na pressão arterial sistólica e na frequência cardíaca por meio do aumento da resistência vascular periférica e da ativação do sistema nervoso simpático.

Na DAC, tais alterações hemodinâmicas aumentam a necessidade de oxigênio pelo miocárdio e podem induzir isquemia se houver reserva de fluxo coronariano reduzida.

Vamos mostrar um exemplo prático de como essa ferramenta pode ser de extrema importância no contexto de dor torácica? Segue um caso clínico publicado ABC imagem:

Arq Bras Cardiol: Imagem cardiovasc. 2021;34(4):eabc238

Paciente do sexo masculino, 49 anos, hipertenso, com história familiar de doença arterial coronariana (DAC) precoce, admitido na emergência com dor torácica típica iniciada há 01 hora.

Eletrocardiograma com ritmo sinusal e ondas T negativas em V2-V3 (eu acrescentaria padrão plus-minus), alteração compatível com isquemia subepicárdica em parede anterosseptal.

Arq Bras Cardiol: Imagem cardiovasc. 2021;34(4):eabc238

Ecocardiograma à beira do leito apresentou cavidades cardíacas com dimensões normais e contratilidade miocárdica do ventrículo esquerdo (VE) preservada, fração de ejeção (FE) do VE de 63% e strain longitudinal global em repouso de 19,7%.

Arq Bras Cardiol: Imagem cardiovasc. 2021;34(4):eabc238

Após manobra de handgrip, houve dilatação do VE, surgimento de hipocontratilidade dos segmentos apicais e da parede anterosseptal, além de queda do strain global longitudinal para 12,8% com maior acometimento nos segmentos hipocontráteis e presença de contração pós sistólica.

Arq Bras Cardiol: Imagem cardiovasc. 2021;34(4):eabc238

A cineangiocoronariografia evidenciou lesão obstrutiva de 70% nos terço proximal da artéria coronária descendente anterior, que foi tratada com stent farmacológico.

Arq Bras Cardiol: Imagem cardiovasc. 2021;34(4):eabc238
5 1 voto
Avaliação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks inline
Ver todos os comentários
0
Adoraria lhe escutar, por favor, comente.x