Ecope entrega boneco personalizado na Pediatria do Procape como ação de Natal

Por Mayra Rodrigues

Abraços, sorrisos e muita alegria, foi assim que o setor da Pediatria do Pronto Socorro Cardiológico Universitário da Universidade de Pernambuco (Procape/UPE) recebeu representantes das Escola de Ecografia de Pernambuco (Ecope), para uma ação do Natal Solidário às crianças atendidas e internadas no departamento, nesta quinta-feira (19).

Na ocasião, o grupo da instituição entregou boneco personalizado do médico cardiologista, especialista em ecocardiografia, com mais de 40 anos de experiência, diretor e professor da escola, José Maria del Castillo. Na ação, foram entregues cerca de 30 bonecos.

Crianças felizes em entregas de bonecos no Procape

A entrega do boneco apelidado de “Castillinho”, com 20 cm de altura e feito de algodão, pode ser usado pelas crianças como almofada também. “Uma das grandes alegrias para quem lida com pessoas doentes é poder confortar e aliviar sofrimento.

É incomparável a sensação de ver uma criança que, apesar de enferma, sente-se feliz com pequenas ações como esta que a Ecope realizou na enfermaria de cardiologia pediátrica do Procape”, pontuou o diretor da instituição, professor e cardiologista Dr. Eugenio Albuquerque. “O sorriso de uma criança doente é um estímulo para o sacerdócio de quem trabalha na área de saúde”, revelou Eugenio. 

Crianças sorrindo no dia especial
Crianças sorrindo no dia especial

“Muito bom ver a felicidade das crianças com essa ação que a Ecope promoveu. Foi uma brincadeira, uma pintura no rosto que deixou elas felizes naquele momento. Diariamente vemos pessoas que têm problemas cardíacos e elas ali, pude ver o quão são fortes. Já fazem tratamento, exames e estão seguindo. Uma delas teve alta hoje, brincou muito”, contou a voluntária da ação e recepcionista da escola Rhebek Zuanazzi.

Bolhas de sabão, bonecos e fantasia dominaram
Bolhas de sabão, bonecos e fantasia dominaram

Pernambuco, Tocantins, Rondônia, Paraíba são alguns dos estados das crianças que estão sendo atendidas pelo serviço.  “As crianças são de longe, muitas vezes ficam só com os pais por um longo período de tempo e para eles tudo é alegria. Uma ação como essa ajuda a passar o tempo, a gente consegue ver um sorriso de felicidade no rosto, porque nem sempre é assim.

Tudo é muito sofrido, às vezes. Uma atividade assim é de suma importância, ainda mais sendo Natal, tudo fica mais especial”, compartilhou a chefe de divisão de pacientes internos do Procape, Irenice Santos. 

Ainda de acordo com a chefe de divisão, a pediatria tem capacidade para até 20 crianças. “Algumas não estão aqui, porque como é tempo de Natal e estavam estáveis, receberam alta. Outras estão na UTI e as demais estão conosco”, explicou Santos.

Bonecos sendo entregados às crianças

Na ala, estão crianças cardiopatas, algumas com cardiopatias congênitas, problema na estrutura do coração presente no nascimento. O Procape representa um dos maiores centros cardiológicos do Brasil e o primeiro do seu porte no Norte-Nordeste, sendo referência nas regiões. “Geralmente o acompanhante fica do início até o final.

É todo um processo e acompanhamento, porque quando não estão com condições clínicas boas, temos que esperar estabilizar até estarem prontos para fazer a cirurgia em condições adequadas. É um processo pré e pós-operatório”, informou a chefe de divisão.

Para mais informações, acompanha nosso blog.

Deixe um comentário